Pulgas, Pulgas, Pulgas. Para qualquer lado que me vire encontro sempre uma. É à frente, é atrás, é em todo o lado, mas no colo é onde poisam. Perseguem-me. Fujo, escondo-me, mas encontram-me. São pequeninas e saltitam muito, dificilmente as agarro porque não param um minuto. Não há no mundo pulgas como estas, porque são: "As minhas Pulgas".

terça-feira, 11 de julho de 2017

Sou uma rapariga fraca

Bastou ver os olhinhos dela a pestanejar, bastou ver o beicinho assim que virei costas, bastou uma lágrima derramada e cedi ao desejo. Ainda reprimida fui mais tarde abraça-la e juntas de mãos dadas mostrar que é bela a nossa paixão.
In love...elas seduziram-me...ele também, mas isso são outras contas de outro rezar, são favas contadas.
Umas sandálias e um chapéu que coisa mais linda..
Sou fraca, a sério, não resisti a um abanar e baloiçar e logo se abraçaram a mim. Desde esse dia fazem parte de mim, do meu estilo, da minha forma de estar neste mundo cheio de coisas belas tais como: chapéus e sandálias...
Mas devo deixar que me seduzam? Ou devia deixar lá tristes, sós e abandaonadas sem um carinho de quem tem tanto para dar?
Dúvidas e dilemas de quem não gosta de ver chorar...

11 comentários:

  1. A esses choradinhos também não resisto, confesso que tenho as mesmas paixões e sou uma lamechas de coração.

    Mimos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não posso ver um par de sapatos a chorar!
      Kis :={

      Eliminar
  2. Agora dizes tu que és fraca,
    já disseste que eras teimosa
    tu és é uma rapariga charmosa
    que muito gosta de ser amada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Edu....
      Da tua boca sai cada verdade!
      É vaidosa tb
      Kis :=}

      Eliminar
  3. Uma pessoa não aguenta esses dilemas :p

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. :) não, não era humano deixá-las lá sós e abandonadas!

    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gabi...
      Por isso trouxe-os. Cortava-me o coração
      Kis :=}

      Eliminar

Como? O que disse?
Não ouvi nada.
É melhor escrever...